A HISTORIA POR TRÁS DAS MÚSICAS

RESPEITA JANUÁRIO -
UM REI QUE JAMAIS PERDEU
A MAJESTADE DIANTE
DO SUCESSO DO FILHO.

O velho Januário era o mais respeitado afinador e tocador de sanfona da região:
"De Itaboca a Rancharia, de Salgueiro a Bodocó, Januário é o maior".

Luiz aprendeu a tocar com o pai na sua sanfoninha de oito baixos e ainda menino fez muitos bailes com ele. Mas depois de 16 anos sem aparecer no sertão e já famoso no Rio de Janeiro, Luiz voltou muito invocado, como ele mesmo narra: "Quando voltei lá no sertão eu quis mangar de Januário com meu fole prateado. Só de baixo cento e vinte, botão preto bem juntinho como nêgo emparedado". Foi ai que seu primo Jacó se retou: "Tu pode ser famoso, mas seu pai é mais tinhoso e com ele ninguém vai, Luiz, Luiz, respeita os oito baixo do teu pai".

RESPEITA JANUÁRIO -
UM REI QUE JAMAIS PERDEU A MAJESTADE DIANTE DO SUCESSO DO FILHO.

O velho Januário era o mais respeitado afinador e tocador de sanfona da região:
"De Itaboca a Rancharia, de Salgueiro a Bodocó, Januário é o maior".

Luiz aprendeu a tocar com o pai na sua sanfoninha de oito baixos e ainda menino fez muitos bailes com ele. Mas depois de 16 anos sem aparecer no sertão e já famoso no Rio de Janeiro, Luiz voltou muito invocado, como ele mesmo narra: "Quando voltei lá no sertão eu quis mangar de Januário com meu fole prateado. Só de baixo cento e vinte, botão preto bem juntinho como nêgo emparedado". Foi ai que seu primo Jacó se retou: "Tu pode ser famoso, mas seu pai é mais tinhoso e com ele ninguém vai, Luiz, Luiz, respeita os oito baixo do teu pai".

XOTE DAS MENINAS.

Essa canção foi composta por Luiz em parceria com Zé Dantas, que explica: "Seus versos iniciam cantando o mandacaru, um cacto que independe da chuva para florescer, fenômeno esse que, que quando acontece no período da seca, deixa o caboclo crente de que a trovoada se aproxima. Tal superstição nos levou a estabelecer uma símile entre a flor de mandacaru, sinal prodrômico da chuva que chega dando fecundidade à terra, e a menina que, enjoando da boneca, torna-se mulher.

Quando o talento musical da dupla entra em cena, essa prosa se transforma num lindo verso:
"Mandacaru quando fulora na seca, é o sinal que a chuva chega no sertão, toda menina que enjoa da boneca é sinal que o amor já chegou no coração".

XOTE DAS MENINAS.

Essa canção foi composta por Luiz em parceria com Zé Dantas, que explica: "Seus versos iniciam cantando o mandacaru, um cacto que independe da chuva para florescer, fenômeno esse que, que quando acontece no período da seca, deixa o caboclo crente de que a trovoada se aproxima. Tal superstição nos levou a estabelecer uma símile entre a flor de mandacaru, sinal prodrômico da chuva que chega dando fecundidade à terra, e a menina que, enjoando da boneca, torna-se mulher.

Quando o talento musical da dupla entra em cena, essa prosa se transforma num lindo verso:
"Mandacaru quando fulora na seca, é o sinal que a chuva chega no sertão, toda menina que enjoa da boneca é sinal que o amor já chegou no coração".

ASA BRANCA -
CANTO QUE ECOA NO SERTÃO.

Muita gente não sabe, mas asa-branca é uma espécie de pombo que tem uma mancha branca na asa, visível apenas quando está aberta. O pássaro é de natureza migratória e voa a longas distâncias: "Até mesmo a asa branca bateu asas no sertão".

A canção imortalizou Gonzagão e mostrou o retrato fiel do nordestino para o Brasil: um povo sofrido, mas muito amoroso e guerreio. O canto de Luiz tocou principalmente os corações dos milhares de retirantes radicados em São Paulo, que se viram retratados na música e a adotaram como um hino. Luiz passa a ser uma espécie de porta-voz de seu povo em sua incansável busca por melhores condições de vida para ele.

ASA BRANCA -
CANTO QUE ECOA NO SERTÃO

Muita gente não sabe, mas asa-branca é uma espécie de pombo que tem uma mancha branca na asa, visível apenas quando está aberta. O pássaro é de natureza migratória e voa a longas distâncias: "Até mesmo a asa branca bateu asas no sertão".

A canção imortalizou Gonzagão e mostrou o retrato fiel do nordestino para o Brasil: um povo sofrido, mas muito amoroso e guerreio. O canto de Luiz tocou principalmente os corações dos milhares de retirantes radicados em São Paulo, que se viram retratados na música e a adotaram como um hino. Luiz passa a ser uma espécie de porta-voz de seu povo em sua incansável busca por melhores condições de vida para ele.